FAÇA SEU EXAME MÉDICO

Tel: (31) 3271-9979

Segurança do trabalho: como levantar os riscos das atividades?

Levantar os riscos das atividades .Quanto menos problemas um gestor tiver dentro da realidade de sua empresa, melhor para a produtividade como um todo. E, para que isso aconteça, é preciso manter tudo em ordem, no que diz respeito à segurança do trabalho, avaliando constantemente os riscos das diferentes atividades do dia a dia.

Para esclarecermos alguns pontos relevantes dessa situação, elaboramos este post com algumas dicas que certamente manterão a sua empresa dentro das normas de segurança, evitando muitas dores de cabeça, como afastamentos em razão de acidentes e, até mesmo, processos trabalhistas. Confira!

Avalie os riscos

A primeira dica é conhecer a planta da corporação e todos os segmentos que possam conter riscos de acidentes durante a jornada de trabalho.

O gerenciamento deve avaliar criteriosamente as situações que necessitam de maior cuidado por parte dos trabalhadores, como no caso de quem atua com máquinas, fica exposto a produtos químicos, entre outras situações perigosas.

Por isso, a investigação é muito necessária para mensurar os riscos de acidentes que poderiam comprometer a saúde do trabalhador, seja a curto, médio ou longo prazo. Ao ser informado adequadamente, as atitudes preventivas serão muito úteis. Nesse momento de avaliação, existem duas formas de análise:

Quantitativa

É quando se avalia a intensidade da exposição ao risco de determinada situação. Nesse caso, são utilizados métodos científicos e equipamentos na apuração, como na avaliação do nível de ruído de uma máquina.

Qualitativa

Já a análise qualitativa é mais simples e acontece por meio da percepção do avaliador. Um exemplo é quando um forte cheiro de gás é sentido pelo olfato, fazendo com que a mangueira seja fechada imediatamente.

Estude a periculosidade de cada cargo

Como evitar prejuízos dentro da empresa é uma prioridade, a avaliação da periculosidade de cada cargo é muito importante na segurança do trabalho. Afinal, existem funções que necessitam de constantes treinamentos, procedimentos técnicos e muita atenção para evitar acidentes.

Ao conhecer os segmentos que mais necessitam de atenção, fortaleça as ações de conscientização e respeite todas as normas técnicas, como a existência de saída de emergência, placas informando sobre a obrigatoriedade dos equipamentos de proteção individual (EPI), entre outros.

A organização deve ser sempre cobrada, para preservar os equipamentos. A divulgação dos direitos e deveres de cada colaborador também deve ser feita periodicamente. Com isso, a prevenção evitará muitos transtornos.

Faça um checklist de segurança do trabalho

Locais que possuem maiores índices de acidentes precisam de um checklist dos procedimentos que devem ser adotados pelos trabalhadores diariamente.

É preciso incentivar os bons comportamentos, foco nas ações e disciplina nas atividades laborais. Por isso, manter um checklist é fundamental na prevenção de acidentes de trabalho.

A dica vale também quando o funcionário for manusear máquinas e equipamentos. Além de evitar acidentes, a devida análise contribui para aumentar a vida útil do que está sendo utilizado por várias pessoas.

Sinalize os comportamentos de risco

Comportamentos de risco são grandes inimigos dentro das empresas, e acontecem frequentemente em várias funções.

Para evitá-los, é preciso manter os colaboradores muito bem informados. Ou seja, palestras, cursos, placas de sinalização, informativos e mensagens nos aplicativos de comunicação são essenciais.

É preciso explicar de uma maneira bem didática, como determinadas atitudes podem comprometer a saúde do trabalhador podendo, inclusive, causar prejuízos para ambas as partes.

Conte com a tecnologia

Como atualmente a tecnologia está presente na vida de todos nós, é preciso contar com o auxílio dela para levantar os riscos de acidentes dentro do ambiente de trabalho.

Sistemas específicos podem demonstrar quando determinado colaborador passou por exames médicos, contribuindo para um devido acompanhamento sobre as condições físicas e psíquicas de cada um.

Dessa maneira, o risco não só de acidentes, como também de afastamentos por doenças, estará cada vez mais distante da realidade da sua empresa, contribuindo para a segurança do trabalho.

Após aprender a levantar os riscos das atividades, que tal ler outro artigo sobre os pontos negativos que o afastamento de um trabalhador traz à sua empresa? Explore nossos conteúdos!

Dr. José Cláudio Rangel Tavares é Médico do Trabalho, Perito Assistente da Justiça do Trabalho e Responsável Técnico nas empresas  OKUP  | Fortrab

Baixe aqui o EBOOK - Quais documentos a empresa deve possuir e como agir na fiscalização.
Insira seu email para receber o link
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Fique tranquilo! Não enviamos spam
José Cláudio Rangel Tavares

José Cláudio Rangel Tavares

Médico graduado em 1992, fez residecia em Clínica Médica até 1994. Especialista em Medicina do Trabalho e Medicina de Trafego e atua como perito em causas trabalhistas. Fundou em 2008 uma Consultoria em Saúde Ocupacional onde trabalha como Médico do Trabalho Coordenador em empresas de vários segmentos (indústria, mineração, sondagem, eletrificação e terceirização de serviços). Trabalha na gestão e Serviços em Saúde e Segurança do Trabalho usando Tecnologia para atender as demandas do setor.

Deixe seu comentário

Posts Relacionados

EBOOK – QUAIS DOCUMENTOS A EMPRESA DEVE POSSUIR E COMO AGIR EM UMA FISCALIZAÇÃO.

Cadastre-se para receber o "Guia Essencial de EPIs" no seu e-mail.

Fechar Menu