You are currently viewing Terceirização de Serviços: 5 cuidados que sua empresa deve tomar!

Terceirização de Serviços: 5 cuidados que sua empresa deve tomar!

A terceirização de serviços tem sido uma alternativa que muitas empresas encontraram. Ela ajuda a suprir uma necessidade em uma área que não dominam mas sempre necessita cuidado na contratação.

Atualização: A nova lei de terceirização nos leva a pensar bem mais sobre esse assunto.

Ela acaba sendo vantajosa por permitir que os esforços fiquem focados na atividade principal da organização, mas que não falte qualidade nos produtos terceirizados.

Quando ela é bem gerida, possibilita a diminuição dos riscos com segurança e saúde e facilita a gestão. Apesar de trazer benefícios, exige cuidados antes da implantação e vigência do contrato para que não ocorram problemas, principalmente trabalhistas.

Entenda quais são os principais cuidados a serem tomados.

Analise a área em que ocorrerá a terceirização de serviços

Deve ser analisada a necessidade de terceirização, podendo ela ser resultante de uma falta de profissionais capacitados, estrutura ou mesmo diminuição de custos.

Contudo, somente atividades secundárias podem ser terceirizadas de acordo com a legislação vigente, nesse caso se enquadrariam serviços de empresas de medicina do trabalho, limpeza, segurança, etc.

Caso a atividade primária passe por esse processo, ela será considera ilícita, cabendo a empresa tomadora o pagamento de todas as verbas rescisórias dos prestadores de serviço.

Conheça o histórico da empresa a ser contratada

Atenção ao contrato terceirizado

Saber como a empresa trabalha e conhecer um pouco dos serviços já prestados, ajudará no levantamento desse histórico. É necessário que ela tenha experiência no serviço que está sendo proposto e que possa realizá-lo com excelência.

Procurar o sindicato e outros profissionais da área, é uma ótima maneira de ter referências e fazer esse levantamento. Saber quem são os profissionais técnicos e a estrutura que possui, pode ajudar a esclarecer possíveis dúvidas.

Verifique a situação financeira da prestadora de serviços

A situação financeira que a terceirizada possui é de suma importância, devendo ser solicitados documentos que possam comprovar que o que está previsto em contrato está sendo cumprido.

Ela deve ter caixa para poder honrar com os compromissos e não deixar de pagar a nenhum prestador de serviços ou fornecedor.

Fiscalize se as obrigações trabalhistas são cumpridas

Verificar o pagamento dos encargos trabalhistas

O pagamento das obrigações previdenciárias e trabalhistas deve ser feito pela empresa contratada e acompanhadas periodicamente pela tomadora. Se houver alguma irregularidade, os pagamentos são considerados subsidiário ou solidário, recaindo sobre a empresa contratante.

Por isso, a importância de acompanhar a situação financeira e se a atuação está de acordo com a legislação trabalhista.

Atenção aos cargos que serão terceirizados

Pode haver casos de um determinado cargo ser ocupado por um prestador de serviço e ao mesmo tempo por um empregado da tomadora. Nessas situações, é preciso que os salários e benefícios pagos a ambos sejam iguais.

O descumprimento dessa regra da terceirização, pode resultar em fiscalizações do Ministério do trabalho, acabando em multas e autuações. O indicado é terceirizar todos os colaboradores que ocupem o mesmo cargo, evitando possíveis problemas trabalhistas.

Adotando esses cuidados com a terceirização de serviços, é possível conseguir uma melhor competitividade perante o mercado e diminuir os custos com encargos trabalhistas.

Além disso, todos os serviços prestados e detalhes dessa contratação devem estar especificados no contrato.

Quer permitir que mais empresas fiquem atentas a essas dicas de terceirização de serviços? Então compartilhe esse artigo nas redes sociais e contribua para uma melhor gestão das organizações.

Dr. José Cláudio Rangel Tavares é Médico do Trabalho, Perito Assistente da Justiça do Trabalho e Responsável Técnico nas empresas OKUP | Fortrab

José Cláudio Rangel Tavares

Médico graduado em 1992, fez residencia em Clínica Médica até 1994. Especialista em Medicina do Trabalho e Medicina de Trafego e atua como perito em causas trabalhistas. Fundou em 2008 uma Consultoria em Saúde Ocupacional onde trabalha como Médico do Trabalho Coordenador em empresas de vários segmentos (indústria, mineração, sondagem, eletrificação e terceirização de serviços). Trabalha na gestão e Serviços em Saúde e Segurança do Trabalho usando Tecnologia para atender as demandas do setor.

Deixe um comentário